Ibiporã realiza o almoço em prol a missão

 animação missionária 

17 de março, Ibiporã (PR) – Se realizou o já tradicional Almoço Missionário em Prol da Diocese de Bafatá, sediada no país africano de Guiné-Bissau. A festa começou com a Santa Missa às 9h30 na Paróquia Nossa Senhora da Paz, presidida pelo padre João Giomo, missionário do PIME e Reitor da Casa Rainha dos Apóstolos, e concelebrada também pelos outros padres do PIME; padre Giorgio Pedemonte, padre Fabrizio Quagliotto, padre Edcarlos Celestino Martins, padre Subbarao Giddhi, além de um representante do clero local e o vigário paroquial, padre Wagner Rodrigues.

Logo após a missa, a comunidade se dirigiu ao Salão Pio XII para o almoço, que contou com a participação de aproximadamente 400 pessoas, além da colaboração de uma equipe de 50 voluntários (leigos e leigas da comunidade – Amigos da Missão).

O evento, além de ser uma ocasião para prospectar recursos financeiros, foi sobretudo um momento de animação missionária em comunidade, conciliando oração, trabalho, doação e fraternidade resultando num gesto concreto de solidariedade além-fronteiras, a partir da integração entre os missionários do PIME, os Amigos da Missão, a Paróquia Nossa Senhora da Paz e toda a comunidade.

Em uma carta enviada à comunidade, o Bispo de Bafatá, missionário brasileiro do PIME, Dom Pedro Zilli escreveu que as ajudas que vêm do almoço missionário, são destinadas para o alivio do sofrimento das pessoas mais necessitadas, como no caso das mães grávidas com riscos obstétricos, de doentes que pedem um medicamento, de estudantes que precisam de um apoio na escola, etc. São destinadas também à formação dos catequistas, das famílias e dos seminaristas, que neste ano de 2019, abrangem um total de 22, sendo 5 no Seminário Menor e 17 no Seminário Maior. Dom Pedro Zilli finalizou sua carta reiterando os agradecimentos à toda comunidade:

Muito obrigado pela iniciativa de promover o almoço missionário para a Diocese de Bafatá. Este gesto me anima a ir à frente com as forças renovadas, na certeza de que, mais uma vez, a comunidade Ibiporaense está presente, apoiando a missão em Bafatá, com a amizade, oração e ajuda econômica.

Adicionar comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos requeridos são marcados com *