Jornal - "MISSÃO JOVEM"

Crianças

Pastoral da Criança é uma rede de solidariedade formada por mais de 242 mil pessoas capacitadas, trabalhando voluntariamente no combate à desnutrição e à mortalidade infantil e colaborando para a melhoria da qualidade de vida das crianças brasileiras.

Especificando mais, podemos dizer que é um serviço de ação social da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, que acompanha gestantes e crianças em bolsões de pobreza e miséria, independente de cor, raça, crença religiosa ou política.

A QUEM A ATENDE TENDE

No ano de 2003, foram acompanhadas 1.329.262 famílias, 83.993 gestantes e 1.815.572 crianças pobres menores de seis anos de idade, de 36.422 comunidades em 3.757 municípios de todos estados brasileiros.

DE QUE FORMA

A Pastoral da Criança desenvolve uma série de ações básicas de saúde, nutrição, educação e cidadania em favor da gestante e do desenvolvimento integral da criança. Os familiares das crianças acompanhadas, especialmente as mães, aprendem a valorizar e a trabalhar com vigilância nutricional, a identificar problemas de desnutrição, fortalecer o aleitamento materno, alimentação enriquecida, controle de doenças respiratórias e diarréia, uso do soro caseiro, prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e de acidentes domésticos, e outras ações que propiciam condições saudáveis para o desenvolvimento da criança. Como podemos perceber, a Pastoral da Criança desenvolve ações simples, baratas e que podem ser repassadas com facilidade.

OS LÍDERES

De todos os voluntários, 134.973 são líderes comunitários, pessoas simples, em sua maioria mulheres, que vivem nas próprias comunidades. Além dos líderes, 107.579 pessoas pertencem às equipes de apoio em serviço espalhadas por todo o país, somando 242.552 pessoas envolvidas.

Os líderes orientam as mães, gestantes e as famílias sobre como cuidar bem da criança, com técnicas acessíveis de ações básicas de saúde, nutrição, educação e cidadania, além de estimular os laços familiares e comunitários.

As principais atividades dos líderes são:

• Visitas mensais às famílias acompanhadas;
• Dia da Celebração da Vida, dia do mês em que líderes e mães se reúnem para pesar as crianças e celebrar as conquistas; e
• Reuniões Mensais de Reflexão e Avaliação entre os líderes, para a troca de experiências e avaliação do trabalho.

RESULTADOS DOS ALCANÇADOS

Segundo o IBGE, a mortalidade infantil no País em 2002 foi de 28 mortes no primeiro ano de vida para cada mil crianças nascidas vivas. Nos locais de atuação da Pastoral da Criança, a mortalidade é de 15 óbitos no primeiro ano de vida.

Um aspecto significativo é que a Pastoral da Criança atua exclusivamente em bolsões de grande pobreza, onde a média de mortalidade infantil costuma ser até o dobro da taxa nacional. Entre outras conquistas, também está a redução da desnutrição a 5% entre as mais de 1,8 milhão de crianças acompanhadas em todo o Brasil.

CUSTOS

Os dois principais parceiros da Pastoral da Criança são o Ministério da Saúde, que arca com cerca de 59% dos recursos utilizados pela entidade, e o programa Criança Esperança (Rede Globo / Unesco), que repassa anualmente à Pastoral da Criança uma porcentagem do total arrecadado pelo projeto.

EM OUTROS PAÍSES

A partir da experiência brasileira, a Pastoral da Criança está colaborando para a melhoria da situação da criança em outros países. A entidade vem transferindo metodologia e estimulando o surgimento de trabalhos baseados em seu modelo em outros países latino-americanos (Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Venezuela e Uruguai); africanos (Angola, Guiné-Bissau e Moçambique); asiáticos (Timor Leste e Filipinas) e norte -americanos (México).

COORDENAÇÃO NACIONAL

A médica pediatra e sanitarista, Dra. Zilda Arns Neumann, é a coordenadora nacional da Pastoral da Criança desde 1983, ano em que fundou a entidade no município de Florestópolis, Paraná, ao lado do então Arcebispo de Londrina, Cardeal Dom Geraldo Majella Agnelo, Arcebispo Primaz do Brasil.

SAIBA MAIS

Coordenação Nacional: Rua Jacarezinho, 1691, Mercês – Curitiba - PR. Fone: (41) 336-0250/ Fax: (41) 336-9940. Site: www.pastoraldacrianca.org.br ou www.rebidia.org.br, E-mail: pastcri@pastoraldacrianca.org.br

PROJETOS COMPLEMENTARES

A melhoria da situação de vida das crianças depende também de outros fatores. Por isso, além dos trabalhos já citados, a Pastoral da Criança ainda desenvolve outros projetos:

  • Projetos de geração de renda. A Pastoral da Criança repassa recursos a grupos familiares sem opção de renda e capacita essas pessoas na atividade escolhida, que pode ser tanto de produção quanto de comercialização de produtos, tais como hortas comunitárias, confecção de roupas, criação de animais, artesanato, fornos comunitários, entre outros.
  • Educação de jovens e adultos. São cursos destinados a líderes comunitários, famílias e membros das comunidades acompanhadas pela Pastoral da Criança. A metodologia, que utiliza palavras geradoras, está inserida no contexto das ações básicas de saúde, educação, vigilância nutricional e cidadania. Atualmente, são mais de 11 mil alunos matriculados no projeto de educação de jovens e adultos em todo o país.
  • REBIDIA (Rede Brasileira de Informação e Documentação sobre a Infância e Adolescência). Visa à qualidade de informação para a implementação de políticas públicas que assegurem o bem-estar e a qualidade de vida das crianças e adolescentes do país. As informações, quando bem utilizadas, podem representar uma importante ferramenta de trabalho, mobilização e controle social. O principal público da REBIDIA são os conselheiros municipais das áreas sociais.

Há ainda outros programas complementares como o Programa de Segurança Alimentar, Planejamento Familiar Natural e Comunicação, responsável pela produção de vídeos e materiais educativos impressos, bem como um programa semanal de rádio, intitulado "Viva a Vida", de 15 minutos de duração, transmitido por mais de 2.080 emissoras em todo o país, e um Jornal com tiragem mensal de 250 mil exemplares.

Annalice Del Vecchio de Lima
Depto. de Relações Institucionais
da Pastoral da Criança
a nnalice@pastoraldacrianca.org.br

PARA REFLETIR

1. Em sua comunidade há crianças que se encontram em situações de risco?
2. Você já viu os voluntários da Pastoral da Criança trabalhando?
Gostaria de participar deste grande mutirão pela vida?
3. Como seu grupo ou família poderia colaborar com a Pastoral da Criança?

Visite as outras páginas

[P.I.M.E.] [MUNDO e MISSÃO] [MISSÃO JOVEM] [P.I.M.E. - Missio] [Noticias] [Seminários] [Animação] [Biblioteca] [Links]

Voltar